Futebol em baixa, enquanto em outras copas se discutia as ausências de craques em alta, hoje se contesta um veterano quase aposentado.

Futebol brasileiro em baixa, enquanto em outras copas se discutia fervorosamente as ausências de craques em alta na lista de convocados para disputar a Copa do Mundo de Futebol, hoje se contesta a convocação de um jogador já veterano quase aposentado apesar de toda a sua história no futebol mundial, mas que não joga em alto nível a muito tempo.

A convocação de Daniel Alves um dos mais vitoriosos laterais direitos da história do futebol em clubes que teve bons momentos com a camisa da Seleção Brasileira leva os internautas apaixonados por futebol a loucura, não simples e unicamente pela idade, o que mais intriga os torcedores que não aprovaram a convocação do lateral é o fato do jogador não vir atuando, além de não jogar em alto nível já a um bom tempo. Foi assim no São Paulo de onde acabou saindo de forma melancólica do clube, nem a volta ao Barcelona onde reinou por longos anos salvou sua tentativa de se manter no topo e por fim sua passagem pelo Pumas do México não o fez ser o Dani Alves dos velhos tempos.

Para Daniel Alves só restou sua história somada aos critérios de Tite e a Seleção para que o lateral tente encerrar a sua carreira vitoriosa por cima e vestindo a amarelinha. Para isso resta saber se combinaram com os demais convocados, se estarão mesmo dispostos a correr por ele, lembrando que são quase 40 anos, apesar de quase 40 títulos e os adversários não irão para a copa para contemplar a galeria de conquistas de Daniel Alves.

Enquanto isso, em outras copas passadas os torcedores iam a loucura com a ausência de craques, a exemplo de Alex que é lenda na Turquia, ídolo pela maioria dos clubes que passou, Coritiba, Palmeiras e Cruzeiro e que surpreendentemente ficou fora da copa de 2002, copa essa que Marcelinho Carioca ídolo do Corinthians também ficou fora. Outro caso foi Djalminha, ídolo do Palmeiras e do futebol espanhol e que assim como Alex nem mesmo seu futebol refinado foi capaz de o levar a Copa do Mundo de 1998. A lista se estende com o craque Amoroso do São Paulo que se viu injustiçado por não ter sido convocado para a Copa do Mundo em 2002. Nem mesmo a grande fase de Paulo Henrique Ganso foi capaz levar o craque a Copa de 210. Os anos passaram e o craque Neto que foi um dos poucos jogadores a jogar nos quatro grandes clubes de São Paulo não esquece o fato de ter sido ignorado para a Copa de 1990. A lista não para, mas vamos encerrar com a ausência de Romário em 1998 e em 2002 e Ronaldinho Gaúcho em 2010 considerando o que esses craques estavam jogando na época das convocações, bem diferente de Daniel Alves hoje. Como diria Alex ” Na Seleção nem sempre são os melhores, são sempre os preferidos dos treinadores”